6 melhores museus do Brasil para ver fotografia

melhores museus do brasil para ver fotografia IMS

Hoje o Instituto Moreira Salles inaugura sua nova sede com exposição individual de Robert Frank, coletiva de artistas brasileiros e muita animação da comunidade fotográfica paulistana. E como a gente quer mesmo é divulgar a fotografia, listamos os melhores museus do Brasil para ver fotografia.

IMS

A novo centro cultural de 7 andares e 1,2 mil m² de área expositiva fica na Av. Paulista e abrirá ao público uma programação ampla de exposições de artistas brasileiros e estrangeiros, filmes, palestras, debates, cursos e shows, entre outros eventos. O ponto alto é a biblioteca dedicada exclusivamente à fotografia, com  coleções de livros e revistas especializados. Inicialmente, serão de 9 mil a 10 mil volumes, podendo chegar até 30 mil.

O prédio é criação do escritório Andrade Morettin Arquitetos e por si só já vale a visita.

Consulte a programação aqui.

Museu da Fotografia de Fortaleza

Inaugurado em março deste ano, tem um acervo de 2.000 obras da coleção do idealizador do espaço, o empresário Silvio Frota. Entre as 440 obras da primeira exposição estão imagens de grandes nomes da fotografia como Robert Capa, Steve McCurry, Henri Cartier-Bresson e Sebastião Salgado.

Em um espaço de 2.500 metros quadrados, oferece exposições, oficinas, palestras e uma loja onde o público poderá adquirir fotografias de jovens artistas.

Funciona de quarta a domingo, das 12h às 17h. Saiba mais aqui.

Museu da Fotografia Cidade de Curitiba

Primeiro museu brasileiro dedicado exclusivamente à fotografia, foi inaugurado em 1998 e tem cerca de 1.500 imagens em seu acervo. Mantém um calendário anual de exposições com obras do acervo, além de abrigar mostras de fotógrafos brasileiros e estrangeiros.

Saiba mais aqui.

MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo

Um dos espaços mais ativos na difusão da produção fotográfica brasileira, especialmente em maio, quando acontece o mês da fotografia, que ocupa todo o prédio da instituição.

Seu acervo conta com mais de 200 mil itens: fotografias, filmes, vídeos, cartazes, peças gráficas, equipamentos de imagem e som e registros sonoros, além dos livros, catálogos, periódicos, CDs, DVDs e VHS que formam o acervo da biblioteca. O Núcleo Educativo oferece visitas mediadas, oficinas, cursos e palestras.

Aberto de 10h às 21h de terça a sábado (domingos e feriados até 19h)10h às 19h de domingos e feriados.

Entrada grátis às terças.

Fique por dentro da programação.

MASP – Museu de Arte de São Paulo

Tem uma importante coleção de fotografias representativas da produção contemporânea brasileira – a Coleção Pirelli-Masp – e sua programação conta com exposições temporárias dedicadas à fotografia. Até dia 01.10 está em cartaz a mostra Nada Levarei Quando Morrer de Miguel Rio Branco.

Aberto de terça a domingo das 10h às 18h (às quintas até às 20h). 

Entrada grátis às terças.

Saiba mais aqui.

Pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca do Estado de São Paulo mudou de nome e agora é Pina_ (assim mesmo com underline). Vale ficar atento à sua programação, que sempre inclui fotografia.  Até dia 06.11 está em cartaz a exposição Álbum de Mauro Restiff, uma retrospectiva de obras inéditas, já que parte de uma pesquisa sobre o arquivo do artista e inclui somente imagens nunca antes apresentadas em exposições.

Funciona de quarta a segunda, das 10h às 18h. 

Entrada grátis aos sábados.

Saiba mais aqui.

Share on FacebookPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail to someoneGoogle+
por Saudades Edições Fotográficas

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *