Barbara Bombachini

Barbara Bombachini

Aos 16 anos Barbara comprou sua primeira câmera analógica e, observando o mundo em preto-e-branco, explorou realidades alternativas em laboratório. Estudou teatro, iluminação e fotografia para cinema. Aventurou-se sozinha com uma mochila nas costas, durante um ano, pela América Latina. Retornou ao Brasil almejando usar a fotografia como expressão artística própria, desenvolvendo projetos documentais e reportagens e explorando novas visualidades para expressar esteticamente seu jeito de ver o mundo. Vive no Canadá e continua se aventurando onde houver um caminho a ser trilhado e uma paisagem a ser fotografada.



Daniela Picoral

Daniela Picoral

O amor pela fotografia e a curiosidade pelo mundo nasceram juntos nessa fotógrafa gaúcha. Foi ainda na adolescência, durante um ano de intercâmbio no Canadá, que Daniela começou a fotografar. De volta ao Brasil, estudou jornalismo e, nesses 25 anos, fotografou executivos para revistas de negócios, contou histórias de amor em álbuns de casamentos e ajudou a formar uma nova geração de fotógrafos em cursos, workshops e palestras. Já fotografou alguns dos lugares mais lindos do Brasil e na França, Itália, Japão, Estados Unidos, Peru e Bolívia, mas acha que o melhor destino é sempre o próximo.



Flávia Baxhix

Flávia Baxhix

Flávia começou a fotografar profissionalmente em 2015, muito embora a paixão tenha iniciado ainda durante a infância no contato com as câmeras analógicas do avô. Após um curso de extensão na França, passou a desenvolver seu projeto autoral e a atuar como fotógrafa documental de espetáculos cênicos e musicais. Para Flávia, fotografar é uma meditação, um encantamento que a revigora e a torna capaz de oferecer boas energias de volta ao universo em forma de fotografia.



Flavia Valsani

Flavia Valsani

Fotografia como modo de ver, de colorir, de viver. Flavia é uma paulistana inquieta e curiosa, que define a própria existência como o ato de transformar recortes de vida em fotografias. Seus interesses vão do universo romântico dos casamentos ao universo pesado da indústria, mas não importa onde, vê cores em tudo. Cores que nem sempre deveriam estar juntas mas que sempre foram o norte da sua forma de ver o mundo e de seu modo de viver. Mundo que sente inteiro como seu lar, pois quando está viajando, sente-se em casa.



Guilherme Maranhão

Guilherme Maranhão

Guilherme Maranhão é apaixonado pelo camarão da Dona Luzia no Canto do Atins, adora o vento seco de Januária, fica embevecido com a água cristalina de Delfinópolis e vibra com as cerejeiras em Kyoto. Expôs individualmente no Itaú Cultural e na Casa da Imagem, em São Paulo, no Ateliê da Imagem, no Rio de Janeiro e na Gallery 44, em Toronto. Entre outras exposições coletivas, participou da Desidentidad no IVAM, em Valencia, Geração 00, no Sesc Belenzinho e Elogio da Vertigem, na MEP, Paris. Recebeu os prêmios Porto Seguro e Marc Ferrez.



Nana Vieira

Nana Vieira

Nascida em São Paulo, Nana fotografa há mais de 15 anos e exibe uma identidade visual multifacetada, fotografando paisagens, retratos e celebrações. É autora do livro “O Divino em festa - São Luiz do Paraitinga”, lançado em dezembro de 2009 pela Editora Terra Virgem, resultado de nove anos de trabalho e convivência com a comunidade e seu patrimônio cultural. Foi premiada na 7ª Bienal Internacional de Arte de Florença, participou da 8ª Bienal Internacional de Arte de Roma, da 21ª Mostra Internacional de Arte Moderna e Contemporânea de Padova e de exposição coletiva em Anzio – Itália. Com um olhar sutil, vê-se no seu trabalho a manifestação do seu amor à cultura popular, à natureza e à dança.



Stefan Schmeling

Stefan Schmeling

Graduado em Documentary Photography pela ICP-International Center of Photography - New York. Desde 1993 vem desenvolvendo projetos pessoais. Foi correspondente para revistas da Alemanha, Canadá e Espanha. Fotógrafo freelance para revistas, jornais e agências do Brasil. Sócio fundador da produtora PHOGO, que por 4 anos realizou o Photogourmet.